1

CRESCIMENTO OU INCHAÇO?

Após uma superficial análise da Igreja Moderna, questiono-me sobre as seguintes questões:
Nós estamos crescendo ou inchando? Por que deixamos de ser ´´o Sal da terra“  e viramos ´´Estátuas de sal“`? Por que estamos tão longe de nosso objetivo? O que houve com nosso arcabouço bíblico pra estarmos tão distantes do verdadeiro sentido de servir a Deus?
Questões como essas me inquietam há tempos. Após analisar os registros históricos, é inquestionável nossa imitação ao período mais escuro da era cristã, quando vivíamos no ´´obscurantismo religioso“. Quantos naquele período não foram mortos em nome de Deus. Cultos vazios de essência e de espiritualidade. Meras reuniões formais com uma liturgia morta e exaustiva. A intolerância religiosa da era medieval que tanto nos parece distante, na verdade esta sendo repetida com mais veemência e extremismo. Primeiro, a ignorância bíblica e a falta de intimidade com Deus nos fazem prisioneiros de falácias e regras meramente humanas. Segundo, a presente geração vive uma anemia espiritual tão profunda que a maioria desconhece ou não se importa com os acontecimentos vivenciados na atualidade. Por que tanta falta de compromisso com o Reino de Deus? Não nos preocupa tanta ausência de amor? Onde esta a fé dos que se dizem fiéis?
Tanto sacrifício foi feito pelos nossos pais para que se quebrassem as cadeias que nos prendiam aos mais absurdos rituais da era negra do cristianismo e agora estamos jogando tudo isso na lama do esquecimento. Tantas eram as indulgencias, os amuletos de fé (ossos de santos, vestes dos apóstolos, ferradura do jumentinho que o próprio Cristo andou). Tudo isso era oferecido à venda para expurgar pecados e livrar vidas do místico purgatório. Parecia-me assustador tudo isso na minha adolescência quando ainda estudava a historia da reforma protestante. Perguntava-me como viviam os fiéis do tempo em que o catolicismo negro dominou o mundo com a inquisição e sem direito de conhecerem a verdade? Sem acesso as escrituras. Contudo, ao observar o caminho percorrido pela igreja do presente século, muito mais me é assustador já que estamos vivendo no chamado´´ período das luzes da ciência e do conhecimento, porém as indulgencias voltaram com um realce mais sofisticado. É rosa ungida, água do rio Jordão. Daqui a pouco aparece uma porção do maná da época de Moisés. Já tem ate terreno no céu sendo vendido em igrejas que se dizem ´´de Deus“. Como nos foi difícil ter nosso credo santificado. Como nos foi difícil ter o acesso às Sagradas Escrituras aberto a todos os que têm sede e fome. Todavia, as interpretações errôneas, a falta de compromisso com o Reino de Deus e a ausência de amor tem levado nossa geração a um abismo que, se Deus não tiver misericórdia, nos levará a um registro mais terrível que os já registrados nos anais da historia. Muitos batem palmas por se dizerem estar crescendo. Nossa, que fantástico! Mas, será que tudo isso é de fato crescimento? Porventura, não seria interessante considerar a ideia que inchaço não é o mesmo que crescimento? Como podemos crescer com saúde se nosso cardápio é recheado de fermento em vez de pastos verdejantes? Temos o tempo que outrora era totalmente dedicada a palavra, substituído por tantos atrativos que só engordam a carne. Como uma igreja que se preocupa mais com o exterior pode se dizer em crescimento? Como uma geração totalmente desprovida das armas espirituais pode se dizer  forte? Esquecemos contra quem realmente temos que pelejar. Que Deus em Cristo nos faça voltar ao tempo passado. Que Voltemos apressadamente ao primeiro amor. Rm 12: 2´´e não vos conformeis com este mundo. Mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

_________________________________________________________________________
(Daniel Andrade) ou simplesmente o Cativante ´´Day“

*Autor(a): Daniel Andrade, jovem pregador, articulista, congrega no setor 11(castanheira 1) acadêmico de psicologia.

Comentário (1)

  1. vanderleia e josinei says

    Grande homem d Deus que orgulho de vc meu lider.palavras maravilhosas.

Publicar um comentário